(41) 9911-0990
rafa.inda@hotmail.com
Atendimento Particular e Amil

sep

Aos poucos, a pessoa perde a noção do tempo, não reconhece aquele sobrinho querido e nem mesmo a própria imagem no espelho. O mal de Alzheimer começa a dar sinais e o sujeito passa a conviver com um estranho tendo sensação de desamparo. A memória se perde, as palavras escapam, a comunicação se embaralha.

O acompanhamento dessa demência com a psicoterapia, principalmente no início da doença, oferece novas possibilidades de tratamento, pois é nessa fase que se pode interferir no processo de esquecimento. O profissional é parte fundamental para resgatar as memórias, visto sua capacidade de estudo dos mecanismos inconscientes que fazem parte da composição do ser humano.

Existem alterações subjetivas no desenvolvimento do mal de Alzheimer. As funções da memória como a percepção, a atenção, o pensamento e o “eu” se dissolvem com o passar do tempo.  Freud, em “Projeto para uma Psicologia Científica”, diz que a noção do “eu” é fundamental para receber informações do exterior e compará-las aos traços mnêmicos – responsável pela memória.

O mal de Alzheimer mexe com o “eu”, que é formado por fatores biológicos, sociais, culturais e históricos. A psicanalista Delia Catullo Goldfard, que faz parte da Associação Brasileira de Alzheimer e Demências Semelhantes, afirma que a demência pode ser uma espécie de defesa contra estados depressivos na velhice, em que o “eu” vai se perdendo.

A doença desorganiza o subjetivo. Delia nota que o sujeito sofredor desta patologia está sempre “encontrando algo que não procura” e não vê qualquer ligação histórica. Assim, a profissional  elaborou o trabalho “Do tempo da memória ao esquecimento da história: um estudo psicanalítico das demências”, disponível na Biblioteca Digital de Teses e Dissertações do Portal Saber, e o livro “Demências”, publicado pela Editora Casa do Psicólogo.

A doença de Alzheimer

É uma demência, caracterizada pela degeneração do cérebro. As lesões provocam perda de memória, o que faz também perder a atenção e o pensamento. A memória é condição essencial para o pensamento organizado.

Na doença de Alzheimer, partes do “eu” desaparecem tornando os traços mnêmicos desconexos. A doença não tem cura e se agrava ao longo do tempo e o tratamento psicanalítico é um aliado para retardar o avanço e oferecer mais qualidade de vida ao paciente.

Brain disease with memory loss due to Dementia and Alzheimer's illness with the medical icon of an autumn season color tree in the shape of a human head and brain losing leaves as a concept of intelligence decline.

Bigstock – digitalista

Nesta perspectiva, observa-se a relação entre as lesões cerebrais e os sintomas psíquicos. Freud coloca os mecanismos de defesa e resistência no “eu”, que tem a função de síntese do aparelho psíquico e tem seu núcleo no sistema perceptivo-consciente. O “eu” seria uma projeção psíquica do corpo e tem origem do contato do sujeito com a realidade.

O “eu” organiza os processos da mente, que está em desconstrução no mal de Alzheimer. No início da doença, há perda de memória recente. Mas, esses esquecimentos vão aumentando e comprometem a autonomia da pessoa. Podem ocorrer ainda sintomas de agressividade, delírios e alucinações

A psicoterapia é entendida como parte fundamental do tratamento multidisciplinar contra o mal de Alzheimer. Entre em contato pelo telefone (41) 9911-0990 ou pelo e-mail rafa.inda@hotmail.com . Atendimento particular e pelo convênio Amil.

 

Fonte:

http://geracoes.org.br/novo_site/wp-content/uploads/2013/08/Do-corpo-a-subjetividade-um-olhar-psicanalitico-sobre-a-doenca-de-Alzheimer.pdf

http://revistas.pucsp.br/index.php/kairos/article/view/2667/1712

http://www.usp.br/agen/repgs/2005/pags/007.htm

https://psicologado.com/neuropsicologia/alzheimer-e-as-fases-da-doenca

Compartilhe…Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest
sep-footer

Padre Anchieta, 1846, sala 506 – 5ª andar | Edificio Biocentro
Curitiba - PR | (41) 9911-0990 | rafa.inda@hotmail.com | Atendimento Particular e Amil

assinatura-explay