(41) 9911-0990
rafa.inda@hotmail.com
Atendimento Particular e Amil

sep

destaque (2)

Desde que o Homem se percebeu como um ser pensante, inserindo em um complexo que chamou de Natureza, ele vem buscando sentidos e respostas sobre o seu surgimento como indivíduo, bem como a sua missão em Terra  (se é que ela deve ser julgada como um caminho já traçado e não construído ao longo das escolhas e conquistas do próprio ser como indivíduo).  Por isso, o comportamento humano é tão questionado, sendo o pricipal assunto de vários estudos ao longo da sua existência. A Psicologia é considerada uma das mais antigas e também uma das mais novas disciplinas acadêmicas que tentam desvendar e entender este paradoxo.

Surgiu na antiga civilização grega, no exato momento em que o Homem passou a ter interesse pela compreensão da própria mente. Platão e Aristóteles já cultivavam estudos sobre a alma humana, portanto, pode-se dizer que a psicologia surgiu na Antiguidade, passando pela Idade Média e Moderna e permanecendo até hoje como base de estudos para diversas disciplinas. Esta força da ciência Psicologia vem exatamente dos entendimentos sobre comportamentos e pensamentos da humanidade – afinal, todos nós vivemos entre pessoas, não é mesmo?

No Brasil, a profissão foi regulamentada em 1962, graças ao alemão Wilhelm Wundt, que em 1879 criou o primeiro laboratório de psicologia. Foi então considerada a ciência da alma e da mente, que estuda o intelecto e o comportamento. E afinal, qual é o objetivo principal dos psicólogos e psicólogas? Resumidamente é entender, explicar e alterar os pensamentos, emoções e comportamentos penosos das pessoas.

Psicólogos contemporâneos dividem a psicologia em 3 grandes abordagens. Uma delas é a Psicanálise, que estuda o sofrimento e os comportamentos humanos através das leis do inconsciente tal como postulado por Freud, decifrando a organização da psique. Outra é o Behaviorismo (comportamentalismo), teoria que se ocupa essencialmente com o comportamento, entendendo-o como aprendido, caracterizando-o pelo viés das diretrizes “estímulo” e “resposta” . Por fim, o Humanismo busca conhecer o ser, tentando humanizar seu aparelho psíquico, contrariando assim, a visão do homem como um ser condicionado pelo mundo externo.

Num entendimento geral, podemos dizer que a Psicolgia ajuda a superar medos, tristezas e decepções. Desvenda sonhos, evidencia desejos, descobre objetivos, enfrenta a ansiedade e vence angústias. Pois, estar dentro da própria pele nem sempre é das tarefas mais fáceis e existem momentos onde é necessário gritar por ajuda!

Compartilhe…Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest
sep-footer

Padre Anchieta, 1846, sala 506 – 5ª andar | Edificio Biocentro
Curitiba - PR | (41) 9911-0990 | rafa.inda@hotmail.com | Atendimento Particular e Amil

assinatura-explay