(41) 9911-0990
rafa.inda@hotmail.com
Atendimento Particular e Amil

sep

As Patologias Narcísicas nos transtornos alimentares: Anorexia e Bulimia

As Patologias Narcísicas nos transtornos alimentares: Anorexia e Bulimia Anorexia e Bulimia Muitos foram os autores psicanalíticos que se dedicaram ao estudo da Anorexia e Bulimia a fim de compreendê-las e melhor defini-las, embora suas conceituações não pertençam ao campo psicanalítico. Se a anorexia nervosa e bulimia não são conceitos psicanalíticos, o que a psicanálise pode dizer sobre elas? Transtornos alimentares se tornaram o sintoma “da moda” na época contemporânea. Devido ao grande número de mulheres que apresentam esta patologia, a anorexia e bulimia encontram um “espaço” na sociedade sendo encaradas não mais como doenças, mas como um comportamento que reflete a cultura atual, um estilo de vida, onde estar belo e magro é a condição mais importante. De acordo com Ferreira (2003), a...

Continue

A escolha pela psicanálise

  Uma psicanálise é uma situação de escuta, que denominamos inconsciente, quando a fala de um repercute naquele que fala e no que ouve, numa relação entre dois, intermediada pela palavra em sua dimensão simbólica. Nesse contexto se rememora algo que não é lembrado de outra maneira. (Medeiros, Paulo. 2002) Alguém procura uma psicanálise quando está vivendo uma situação dolorosa de conflitos, de medos, ou qualquer sintoma que o incomoda, sente que tem algo que não anda, tem dúvidas e não encontra saídas diante disso. Sigmund Freud, criador da psicanálise, ao escrever Die Traudeutung, traduzido para o português como A Interpretação de Sonhos, criou a teoria do processo de leitura do texto inconsciente inscrito no sujeito. Mostrou o sonho como um dos principais caminhos nos quais se expre...

Continue

O preconceito contra pessoas com transtornos mentais

Ainda hoje, não é raro encontrarmos pessoas que reagem de forma preconceituosa quando sabem do processo psicoterapêutico de qualquer conhecido. Por muito tempo, a imagem do adoecido mental era reduzida à loucura. Ainda no início do século XX, pouco se conhecia sobre a importância da saúde mental e as pessoas que manifestavam comportamento indesejado pela sociedade eram abandonadas ou levadas aos manicômios sem atendimento adequado. A crítica por esse modelo veio a partir da segunda metade do século XX, iniciada pelo psiquiatra italiano Franco Basaglia. O reflexo dessa iniciativa no Brasil se deu nos anos de 1970, quando os profissionais da saúde e familiares se mobilizaram pela causa. Em 2001, a Lei Federal 10.216, que trata da proteção e dos direitos das pessoas portadoras de transtornos...

Continue

O narcisismo faz parte de todos nós

O termo narcisismo tem origem no grego e significa o amor do indivíduo por si mesmo. As pessoas que exaltam muito a si próprias, deixando claro que são adoradoras delas mesmas, rapidamente são classificadas como narcisistas. Porém, sob a perspectiva da Psicanálise, o narcisismo é um fenômeno comum e indispensável a todos os sujeitos. Seu caráter é positivo na constituição do sujeito. Em 1914, Freud destacou o narcisismo como elemento constitutivo do amor próprio e da autoestima e, portanto, destinado à autopreservação do sujeito e necessário à formação dos laços sociais. Somente por meio do narcisismo é que as adaptações e realizações humanas podem ser alcançadas. Para a Psicanálise, ao contrário do mito, a expressão narcisismo não tem peso acusatório ou punitivo, mas diz respeito a uma re...

Continue

A ”Era Hipermoderna”

Que a modernidade trouxe consigo inúmeros desconfortos e problemas é notório. Morar em grandes metrópoles, como Curitiba, por exemplo, enfrentar diversas atividades no dia a dia junto ao trânsito, a violência, aos ônibus e espaços sociais lotados, não é tarefa das mais fáceis. Tal dinâmica afeta a saúde física e psíquica, promovendo adoecimentos orgânicos e emocionais. Consequências de um mundo globalizado que trouxe diversas preocupações ao sujeito, causando dores, feridas, descontroles e descompensações de difícil manejo. No entanto, o que aqui cabe expôr e pensar é algo determinado: as mudanças significativas no campo social trouxeram reflexos na subjetividade das pessoas. Quais as mudanças significativas para além destas citadas a cima acarretam sofrimentos emocionais. Para o filósofo...

Continue

O sintoma: uma diferença de perspectiva

Há uma diferença importante quando um paciente se consulta com um psiquiatra e quando se consulta com um psicólogo norteado pela teoria psicanalítica. Tal diferença relaciona-se às implicações de diferentes concepções de sujeito e de sintoma entre as duas disciplinas. Para a medicina, o sintoma está anexado a alguma coisa detectável no organismo, o que possibilita ao médico dizer com seu saber uma doença em questão. Desta forma, para a psiquiatria, o sintoma evidencia uma alteração de função, uma patologia. O diagnóstico viria significando a representação dessa suposta doença identificada pelo profissional quando este encaixa o paciente em uma verdade exterior. O diagnóstico é então uma junção de sintomas que representa o sujeito diagnosticado. Já na psicanálise, não exatamente o sintoma é...

Continue

Uma breve exposição sobre a abordagem psicanalítica

A Psicanálise, antes de mais nada, é a descoberta do pesquisador Sigmund Freud do inconsciente humano. Um achado que possibilitou ao homem entender e tratar dos seus conflitos internos. O inconsciente não é visível e muito menos palpável, mas sabemos que ele existe. Ele é o responsável por impulsionar nossa consciência, nossa forma de atuar na vida. É também no inconsciente que as nossas lembranças, traumas e frustrações, ficam guardados, o chamado “lixo abissal”. Podemos nos destruir, se não soubermos compreender nossa própria mente. A depressão, o mal físico, o alcoolismo e até a gula, são as consequências dessa desestruturação do nosso lixo abissal. Mas, esta mesma área do nosso inconsciente, capaz de nos causar tanto mal, é também capaz de nos tirar da profunda angústia e nos levar ao...

Continue

Introduzindo a Psicologia

Desde que o Homem se percebeu como um ser pensante, inserindo em um complexo que chamou de Natureza, ele vem buscando sentidos e respostas sobre o seu surgimento como indivíduo, bem como a sua missão em Terra  (se é que ela deve ser julgada como um caminho já traçado e não construído ao longo das escolhas e conquistas do próprio ser como indivíduo).  Por isso, o comportamento humano é tão questionado, sendo o pricipal assunto de vários estudos ao longo da sua existência. A Psicologia é considerada uma das mais antigas e também uma das mais novas disciplinas acadêmicas que tentam desvendar e entender este paradoxo. Surgiu na antiga civilização grega, no exato momento em que o Homem passou a ter interesse pela compreensão da própria mente. Platão e Aristóteles já cultivavam estudos sobre a a...

Continue

sep-footer

Padre Anchieta, 1846, sala 506 – 5ª andar | Edificio Biocentro
Curitiba - PR | (41) 9911-0990 | rafa.inda@hotmail.com | Atendimento Particular e Amil

assinatura-explay